fbpx

Professora se adapta a aulas online e incentiva alunos com seus “bordões”

Professora se adapta a aulas online e incentiva alunos com seus “bordões”

“Bom dia, bom dia, bom dia. Bora, bora, bora”, essa é a forma que uma professora de Osvaldo Cruz começa a dar suas aulas logo pela manhã. Parece algo simples, um bom dia qualquer, mas na realidade é como ela faz para incentivar seus alunos pela tela do computador. Márcia Fumes, professora há 29 anos

“Bom dia, bom dia, bom dia. Bora, bora, bora”, essa é a forma que uma professora de Osvaldo Cruz começa a dar suas aulas logo pela manhã. Parece algo simples, um bom dia qualquer, mas na realidade é como ela faz para incentivar seus alunos pela tela do computador.

Márcia Fumes, professora há 29 anos tem um jeitinho especial de tratar seus alunos e nessa pandemia se reinventou para cumprir sua missão na sala de aula: ensinar com felicidade e responsabilidade.

“Sempre procurei me adaptar e aprender com o ensino remoto. Essa foi uma nova experiência e um novo desafio dos maiores que eu tive. Além de trabalhar para fazer o aluno a seguir uma rotina de estudos, ter compromisso eu tive dificuldade em lidar com a tecnologia, sair da área de conforto e aprender, principalmente as nomenclaturas tecnológicas”, conta Márcia sobre adaptação e dificuldades desse novo processo que pegou muitos professores desprevenidos.

Assim como ela, professores das redes pública e privada, tiveram que passar por grandes adaptações seja com tecnologia, metodologia ou rotina.

Márcia conta que no início da pandemia se sentiu insegura e com medo e as plataformas que foram inseridas no cotidiano ajudaram nesse período.

“Primeiro tivemos aula pelo WhatsApp, eu gravava aula, áudio, enviava documento, atividade. Depois o colégio adquiriu uma plataforma do sistema de ensino, aí foi uma maravilha. Ai sim fizemos acontecer, foi excelente a participação com a plataforma, e os alunos deram um show”, conta a professora.

Mas, apesar das dificuldades o sucesso de cada aula depende de como o profissional encara a situação. E claro, na visão da Márcia não podemos esperar mais do que um sentimento de esperança. “Eu encaro tudo com fé sempre, amor e positividade, isso é necessário para essa breve tempestade. Acredito que isso vai passar e vamos ter um ótimo aprendizado dessa situação, vamos tirar coisas positivas disso, de todo o isolamento social de toda essa dificuldade.”

Esse jeito de inovar e ao mesmo tempo incentivar tem feito os alunos interagirem mais e sair da robotização que o universo online apresenta. Márcia, com todo seu entusiasmo tem feito um trabalho que merece aplausos, por que mesmo com todas as dificuldades ela tenta dar sorrisos e arrancar sorrisos.

E para os alunos que ainda se sentem perdidos e confusos, ela deixa um recado. “Tudo tem um para quê. Tudo isso é remoto. Vamos voltar, vamos olhar no olho, dar sorrisos, abraços, bater papo. Mas enquanto isso não acontece, a gente tem que ter foco, força, fé, compromisso e responsabilidade. Que possamos atingir os nossos objetivos. É o que temos para agora, bora bora aproveitar, pessoal.”

E aqui para vocês um super bom dia da Márcia!

Jaqueline Piva

31 comentários
Evidenciador
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixe um comentário

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

31 Comentários

  • Caroline Zanetti
    9 de junho de 2021, 5:53 PM

    A melhor de todas 🥰🥰🥰

    REPLY
  • Juju
    9 de junho de 2021, 6:01 PM

    Oiiii, ameiiiii o textooooooo, ficou perfeito, ela é a melhor de todasssssssssss

    REPLY
  • Matheus Bassoli
    9 de junho de 2021, 6:01 PM

    MARCINHA É TOP, VIROU ATÉ NOTICIAA KKKKK, AMO DMSS🍻

    REPLY
  • Migurl
    9 de junho de 2021, 6:04 PM

    Bora bora bora marciaaaa

    REPLY
  • Yasmin Longo Garcia
    9 de junho de 2021, 6:04 PM

    O melhor Bom dia que existe 😍

    REPLY